quarta-feira, 3 de junho de 2015

Cicatrizes


Mãos de Jesus com cicatrizes




Cicatrizes 



"Porque eu trago no meu corpo as cicatrizes que mostram que eu pertenço a Jesus. "
(Apóstolo Paulo - Gálatas 6:17)  


Nós todos carregamos cicatrizes em nosso corpo e por trás de cada cicatriz tem uma história a ser contada. As cicatrizes que tiveram o cuidado de alguém querido são as que não ficarão esquecidas. O que vai ficar marcado, mesmo que tenha doído, é, por exemplo, o olhar terno de quem, com amor, cuidou do ferimento. A cicatriz torna-se um símbolo de amor que nunca vamos esquecer.
Cicatrizes podem nos contar historias de manifestações do amor de Deus por nós. Eu tenho uma cicatriz no meu pescoço. Apesar de décadas se passarem desde que eu quebrei meu pescoço, a cicatriz ainda pode ser vista. Essa cicatriz é o resultado do trabalho dos cirurgiões que abriram o meu pescoço, a fim de fundir o interior das duas vértebras cervicais que eu quebrei. 
Eu não gostava dessa cicatriz, mas, ao longo do tempo, a vida com Deus e a leitura da sua santa palavra possibilitaram-me a mudança de atitude a esse respeito, permitindo-me ver as cicatrizes no meu corpo como sinais da posse de Deus na minha vida, partilhando a comunhão de Seu sofrimento através de Seu plano e propósito no meio dos meus sofrimentos. Somente Deus pode fazer algo maravilhoso e poderoso através do meu pescoço quebrado. Essa cicatriz no meu pescoço mostrou que eu pertencia a Jesus de uma forma muito original, incomum e especial.
O corte no meu pescoço é marca de propriedade de Deus em mim. Qual é marca de propriedade de Deus em você? Algum problema físico? Se esse problema físico forçou você a inclinar-se para Jesus, pense, seu corpo foi marcada para que ele exiba a propriedade de Deus em sua vida. Você pertence a Ele.
Jesus Cristo tem cicatrizes que testemunham sua missão. Essas cicatrizes são as feridas dos pregos que foram cravados em suas mãos. A ressurreição não apagou as marcas dos cravos nas mãos de Jesus. E a razão de Jesus manter suas cicatrizes é para que a maravilhosa história de redenção, a história por trás das cicatrizes, essa história de profunda dor e sacrifício, seja sempre contada. O enorme custo da morte de Cristo na cruz será anunciado em toda a eternidade. E Suas cicatrizes vão contar a história da incrível graça e misericórdia por Ele manifestadas.
A cicatriz que você carrega pode não ser física, mas emocional; e você tem uma história com ela. Assim, qualquer que seja a cicatriz, o lembrete é que aquela cicatriz mantém você dependendo de Jesus, você pertence a Ele e não ao mundo. Lembre-se que o Senhor carrega sua própria lembrança física de que você pertence a Ele, você está gravado nas palmas das Suas mãos. (Isaías 49.16)
Se você está tentado a duvidar do amor do Pai celestial, esqueça essas dúvidas. Pense no seu Salvador intercedendo por você agora, neste minuto, e Ele faz com as mãos postas, mãos que carregam as feridas de seu grande amor por você. Suas cicatrizes são um símbolo eterno para lembrar você e eu que não precisamos ter medo ou estar ansiosos, nunca haverá razão para duvidar do amor de Jesus, porque o Seu amor por você e por mim é muito mais profundo do que as marcas em seu corpo. É a história de Suas cicatrizes de amor: amor por você, amor por toda humanidade!


Inspirado no devocional de Joni Earekson Tada